São Miguel

Com um comprimento de 66 km e uma largura que varia entre os 8 e os 16 km, São Miguel tem uma superfície total de 746,82 km² e atinge uma cota máxima de 1103m, estando dividida em oito regiões morfologicamente diferentes:

- Maciço das Sete Cidades;

- Região dos Picos;

- Maciço de Água de Pau;

- Planalto da Achada das Furnas;

- Vulcão das Furnas;

- Vulcão da Povoação;

- Região da Tronqueira;

- Plataforma Litoral Norte.

A zona oriental da ilha é geologicamente a mais antiga, sendo o resultado de mecanismos sísmicos e vulcânicos particulares deste arquipélago, com cerca de 4.200.000 anos e a mais recente, na Região dos Picos com cerca de 50.000 anos.

 

De natureza vulcânica e sujeita a atividade sísmica, apresenta relevo montanhoso, sobretudo no seu interior, dominado pelo pico da Vara, sendo recortada por vales, grotas e ribeiras – os únicos cursos de água.

A origem vulcânica é presente na tipologia das rochas e terrenos de "mistérios" – formados por lavas esponjosas, onde proliferam os musgos e as ervas, "biscoito" - produzidos por camadas onduladas de lava e ainda as fumarolas permanentes, como as do Vale das Furnas e na Ribeira Grande.

O fundo das crateras e caldeiras dos vários vulcões existentes na ilha, serviram para criar cerca de 20 belas lagoas como as mais conhecidas das Sete Cidades, Fogo, e Furnas.

Esta ilha beneficia de um clima ameno e agradável, com pequenas flutuações de temperatura, precipitação e humidade relativa do ar, normalmente elevadas. A influência da corrente quente do Golfo é importante, permitindo que as temperaturas ao nível do mar sejam igualmente amenas e muito semelhantes às restantes ilhas do arquipélago, com óptimas temperaturas que nos levam a querer visitar e conhecer as mais de 20 praias em São Miguel, sem contar com as restantes zonas balneares e piscinas naturais.

Procuramos o melhor para si

Tours feitos por quem conhece para quem quer conhecer

IPMA Logótipo
meteorologia